Começam preparativos para 4ª edição da Liga Curitibana do Júri Simulado

Os júris sempre foram marcados por grande presença de público.

Representantes de praticamente todas as equipes que disputaram a última edição da Liga Curitibana do Júri Simulado – Opet, UniCuritiba, Tuiuti, UFPR, PUCPR, FAE, Positivo e UniBrasil – estiveram reunidos nesta quinta-feira, 19, em Curitiba para definir detalhes da 4ª edição, que será realizada em 2018.

O certame é organizado pelo Luiz Carlos, em parceria com os Centros Acadêmicos das faculdades/universidades participantes, direção e com os grupos de estudos de júri formados nas instituições de ensino

A reunião foi no prédio do Tribunal do Júri, no Centro Cívico, em Curitiba, onde foram realizadas as três primeiras edições da disputa.

A primeira edição, realizada em 2015, foi vencida pela Universidade Positivo (UP), a segunda, no ano de 2016, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). E este ano, a PUCPR foi a campeã.

Gustavo Arns, diretor acadêmico do Luiz Carlos.

De acordo com o professor Gustavo Arns, que está à frente da organização, a reunião foi para iniciar os preparativos para a edição 2018. “Este ano tivemos disputas bastante acirradas, que deram o clima da disputa. Os embates foram muito interessantes e, com certeza, agregaram muito conhecimento a todos. Então, a ideia é que no próximo ano isso se repita e, ainda, com maior intensidade”, considera.

Arns explica que foram analisados, neste primeiro encontro, itens como calendário, edital, sistema de chaveamento e a expansão da Liga, já que há outras instituições interessadas. “Temos recebido consultas de outras instituições de ensino interessadas em participar, inclusive de outros estados. Então temos de discutir esses itens para que a próxima edição seja ainda melhor”, afirma.

Na avaliação de Arns, os acadêmicos deram um show à parte, pois colocaram em prática – além do aprendizado da graduação – os obtidos com a preparação para cada júri. “Muitos passaram noites e finais de semana se preparando para enfrentar a equipe adversária. Foram horas e horas estudando cada caso e tudo isso se revelou nos embates, que foram excepcionais”.

Segundo ele, os acadêmicos já incorporaram a disputa proporcionada pela Liga Curitibana do Júri Simulado e aproveitam, ao final de cada competição, para fazer avaliações que geram  um amadurecimento muito importante para cada membro da equipe que, com certeza, levarão para as vidas profissionais.

Aulas, notícias, cursos, dicas e atualizações.

Cadastre-se e fique por dentro!