Liga Curitibana do Júri Simulado cresce e se transforma, em 2018, em Liga Estadual

A Liga Curitibana do Júri Simulado, iniciada em 2015, cresceu e após somente três anos, se transformou em estadual.

Além das oito instituições de ensino superior que participaram até o ano passado, em 2018 outras três faculdades/universidades integrarão o grupo. A Faculdade de Pinhais (Fapi), a Faculdade Educacional de Araucária (Facear) e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

SORTEIO –  No próximo dia 15 o Luiz Carlos realiza o sorteio do chaveamento para uma nova edição do Júri Simulado. O evento será às 16 horas e será transmitido ao vivo pelo Facebook do curso. Veja no seguinte endereço: https://www.facebook.com/cursoprofluizcarlos/

No ano passado o evento contou com a participação de representantes de oito instituições de ensino superior: Opet, UniCuritiba, Tuiuti, UFPR, PUCPR, FAE, Positivo e UniBrasil.

O certame é organizado pelo Luiz Carlos, em parceria com os Centros Acadêmicos das faculdades/universidades participantes, direção e com os grupos de estudos de júri formados nas instituições de ensino.

O evento atrai muitos interessados.

A primeira edição, realizada em 2015, foi vencida pela Universidade Positivo (UP), a segunda, no ano de 2016, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). A PUCPR foi a campeã em 2017.

De acordo com o professor Gustavo Arns, que está à frente do evento, essa evolução se deve à qualidade das disputas realizadas até agora, que têm chamado a atenção do meio universitário ligado à área do Direito. “No ano passado tivemos disputas bastante acirradas, que deram o clima da disputa. Os embates foram muito interessantes e, com certeza, agregaram muito conhecimento a todos. Então, a ideia é que agora em 2018 isso se repita e, ainda, com maior intensidade, já que haverá mais instituições de ensino participando”, considera.

Para Arns já há algum tempo universidades têm entrado em contato para poder ingressar na disputa e, agora em 2018, foi possível criar um formato que comportasse novas instituições. “Com certeza essas novas faculdades/universidades irão abrilhantar ainda mais o nosso evento”, observa.

Para ele, no ano passado os acadêmicos deram um show à parte, pois colocaram em prática – além do aprendizado da graduação – os obtidos com a preparação para cada júri. “Muitos passaram noites e finais de semana se preparando para enfrentar a equipe adversária. Foram horas e horas estudando cada caso e tudo isso se revelou nos embates, que foram excepcionais”.

Segundo ele, os acadêmicos já incorporaram a disputa proporcionada pela Liga Curitibana do Júri Simulado e aproveitam, ao final de cada competição, para fazer avaliações que geram um amadurecimento muito importante para cada membro da equipe que, com certeza, levarão para as vidas profissionais.

Aulas, notícias, cursos, dicas e atualizações.

Cadastre-se e fique por dentro!