Vídeo dá detalhes de edital do concurso da Polícia Científica do Paraná

A Polícia Científica do Paraná está com inscrições abertas para concurso público que contratará profissionais para os cargos de perito oficial (nível superior) e de agente auxiliar de perícia oficial (nível médio).

As inscrições poderão ser feitas até 23 de fevereiro. O valor da taxa de inscrição é de R$ 80,00, para os candidatos de nível médio, e de R$ 140,00, para os de nível superior.

O diretor acadêmico do Luiz Carlos, professor Gustavo Arns, gravou um vídeo dando detalhes do edital. Confira:

São 55 vagas para as funções de médico-legista, odontologista, químico-legal, toxicologista e perito criminal, esta última abrangendo várias áreas do conhecimento (todos estes peritos oficiais), além das funções de auxiliar de perícia e auxiliar de necropsia (que são agentes auxiliares de perícia oficial).

A remuneração inicial para o cargo de nível superior é de R$ 9.264,57. Já a remuneração para o cargo de nível médio é de R$ 3.163,35. A jornada de trabalho, para todas as funções, é de 40 horas semanais, com exceção do médico-legista, que tem carga de 20 horas semanais.

O Luiz Carlos já inscreve para cursos preparatórios presenciais e on-line para este concurso:

Presenciais:

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (médico legista, odontolegista, químico e toxicologista) – Manhã

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (médico legista, odontolegista, químico e toxicologista) – Noite

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (perito criminal) – Manhã

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (perito criminal) – Noite

On-Line

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (para todos os cargos)

Polícia Científica – Conhecimentos Gerais (perito criminal)

“A contratação de mais profissionais para a Polícia Científica é necessária e vai ajudar a recompor o efetivo da categoria”, disse o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita.

O último concurso público para a Polícia Científica do Paraná foi realizado no ano de 2007. “A realização de um novo concurso público era uma demanda antiga, que agora está sendo atendida, e faz parte de um dos grandes eixos que defini para a minha atuação como gestor”, afirmou o diretor-geral da Polícia Científica, Hemerson Bertassoni.

ETAPAS – O concurso público será composto de prova objetiva e discursiva de caráter eliminatório e classificatório; avaliação de títulos de caráter classificatório; e avaliação psicológica de caráter eliminatório. As provas objetiva e discursiva ocorrem dia 26 de março.

O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Desta forma, além das vagas iniciais em aberto, existe a possibilidade de chamamento de mais candidatos, conforme outras vagas sejam autorizadas, criadas ou venham a vagar durante o período de validade do processo.

A instituição de ensino responsável pela execução do concurso público, após realização de processo licitatório, é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Outras informações sobre o concurso.

Um dos fatores que possibilita o chamamento de mais profissionais para a Polícia Científica foi a autorização do governador Beto Richa, neste mês, para a implantação de progressões e promoções dos servidores estaduais que a elas tiveram direito até dezembro de 2016, a partir da folha de pagamento de janeiro. Desta forma, vagas ficam em aberto na classe de entrada de cada profissional.

Estão programados para este mês, entre progressões e promoções, mais de 90 mil atos que se estenderão por todas as secretarias. A progressão, no serviço público, é a mudança de uma referência salarial para outra imediatamente superior, obedecidas as condições previstas em legislação específica, própria da carreira a que pertence o servidor.

Para ter mais informações sobre os cursos do Luiz Carlos ligue para nossa Secretaria pelo telefone (41) 3232-3756.

Aulas, notícias, cursos, dicas e atualizações.

Cadastre-se e fique por dentro!